Coisas imperdíveis para fazer na Cidade do México

  *por Ana Paula Garrido

O México é um país rico em cultura, história, cores, ritmos e sabores e lhe garanto, é ainda mais surpreendente e encantador do que qualquer texto que você tenha lido ou  imagem que você tenha visto sobre ele!

Até a morte é celebrada com alegria – foto AP Garrido

É na cidade do México onde a essência cultural mexicana poderá ser sentida, na alegria e simpatia do povo, na arquitetura moderna e antiga, na culinária autêntica e na música que faz vibrar o coração.

O pulsante centro da cidade – foto AP Garrido

Se você ouvia histórias  que a cidade do México era perigosa, caótica e poluída, deixe seu preconceito de lado e surpreenda-se com as maravilhas que a cidade tem para oferecer. Embarque nessa aventura e eu garanto, você irá se apaixonar!

Um metrópole arborizada – foto AP Garrido

Sim! Ela é imensa, caótica, poluída, ao mesmo tempo, ela  também é arborizada, idílica e provinciana. A cidade do México surpreende pelos contrastes e seduz pelas surpresas e segredos que são revelados a cada esquina.

Bosque de Chapultepec, um oásis na cidade – foto AP Garrido

Com boas atrações turísticas concentradas no Centro Histórico, a sugestão é começar um tour pelo Zócalo, como a Praça da Constituição é conhecida. A imponente Catedral Metropolitana, o belo Palácio Nacional e a zona arqueológica do Templo Mayor, importantes museus e lindos exemplares de casarões coloniais, são algumas atrações imperdíveis para ter uma imersão na cultura mexicana e passear por diferentes séculos de histórias concentrados em um quarteirão.

A Praça da Constituição – foto AP Garrido

Museu Frida Kahlo

A Casa Azul de Frida – foto AP Garrido

A encantadora Casa Azul, onde Frida cresceu e viveu até a sua morte, promete um mergulho no universo criativo da artista.

A entrada do museu – foto AP Garrido

Transformada em museu, a casa é atualmente uma das atrações mais procuradas pelos turistas na cidade. Os vários ambientes guardam obras e objetos pessoais de Frida e do seu marido Diego Rivera.

A cozinha de Frida – foto AP Garrido

Frases nas paredes, objetos de decoração, a cadeira de rodas no estúdio de pintura, a cozinha amarela e modernosa para a época, dão uma pista da personalidade autêntica do casal de artistas, que vivia cercado de intelectuais e pessoas ligadas às artes, cultura e política,  dentre eles, León Trotsky, que viveu um romance extraconjugal com Frida, quando esteve exilado no México. Existe  também um interessante museu na cidade que conta a  história do líder da Revolução Russa.

Objetos pessoais da artista – foto AP Garrido

O museu Frida Kahlo está situado no arborizado e charmoso bairro do Coyoacán.  Vale passear pelas ruas do entorno para apreciar a região. Como o museu costuma lotar, é bom comprar as entradas pela internet e evitar a visita no final de semana. É bom saber que é preciso pagar para fazer fotos do local.

Praça Garibaldi

Os Mariachis – foto AP Garrido

Folclórica e turística, porém irresistível, a Praça Garibaldi é um convite a conhecer dois patrimônios mexicanos, a Tequila, bebida mais popular do país e a música dos Mariachis. O local é repleto de restaurantes e os grupos musicais com os artistas vestidos à caráter, aguardam os turistas para em troca de alguns trocados, tocarem músicas que são ouvidas nos 4 cantos da praça.

As criativas garrafas de Tequila – foto AP Garrido

O interessante Museu da Tequila e Mezcal, com uma enorme variedade de garrafas de tequila, também vale a pena visitar.

O Bosque e o Castelo de Chapultepec

O mirante do Bosque – foto AP Garrido

O Bosque de Chapultepec é a  maior área verde da cidade, onde estão o belo Castelo, o museu de Arte Moderna e o imperdível Museu de Antropologia, lindos  bosques, lagos, fontes, monumentos, auditório, zoológico, jardim botânico, jardim para a terceira idade, refúgio para leitura etc.

Entrada do Castelo – foto AP Garrido

O lindo castelo de Chapultepec, estrategicamente construído em cima de uma montanha, é um  patrimônio nacional que muito orgulha os mexicanos. O castelo abriga hoje um riquíssimo acervo, que guarda histórias do México desde a época pré -histórica.

Um belo museu – foto AP Garrido

Em 1939 o castelo foi transformado no Museu Nacional de História. Aproveite o dia para curtir  um passeio pelo belo parque e depois conhecer o interessante museu e admirar a linda arquitetura do castelo.

Patrimônio Histórico Mexicano – foto AP Garrido

Museu Nacional de Antropologia

A famosa Pedra do Sol asteca – foto AP Garrido

Situado no Bosque de Chapultepec, o fantástico Museu Nacional de Antropologia merece uma visita demorada. Imperdível conhecer o riquíssimo acervo com raros artefatos arqueológicos, desde a era pré-colombiana, passando pelas civilizações maia e asteca.

Importantes registros históricos – foto AP Garrido

Uma verdadeira aula de história em 23 diferentes espaços.  Além das belíssimas peças, a construção do museu, projetado em 1963 por um famoso arquiteto, também merece a atenção.

Área externa do museu – foto AP Garrido

Bairros simpáticos e boêmios

Bairros cheios de charme – foto AP Garrido

Vale conhecer os bairros charmosos, arborizados e cheios de vida, como Condesa, Roma, Coyoacán e San Ángel. Repletos de ruas e praças com ótimas opções de cafés, livrarias, lojinhas e mercados.  À noite um clima boêmio com bares e ótimos restaurante, deixam a cidade ainda mais animada.

Boas opções de restuarantes no México – foto AP Garrido

Ruas de pedra, lindas casas, lojas e mercados repletos de arte, artesanato e comidas típicas, assim é o “Bairro Mágico” como o bairro de San Ángel foi recentemente declarado.

O colorido artesanato – foto AP Garrido

 Aos sábados, o famoso “Bazar de Sábado” faz a alegria dos turistas, pela maravilhosa feira de artesanato, com peças lindíssimas do artesanato local.

Uma variedade de peças e cores – foto AP Garrido

Não deixe de conferir as lindas lojas e galerias em volta das praças, as casas históricas como as casas gêmeas, projetadas pelo arquiteto Juan O’Gorman para Diego Rivera e Frida Kahlo, os ótimos restaurantes de chefs renomados, a Casa Del Risco e sua belíssima fonte do século XVI. Definitivamente, um passeio delicioso para fazer no sábado.

A arquitetura do bairro – foto AP Garrido

A Casa dos Azulejos

A lindíssima fachada da Casa dos Azulejos – foto AP Garrido

Uma linda casa de azulejos construída no século XVI, chamada na época de Palácio Azul, é de uma beleza rara, com azulejos chineses que foram desenhados exclusivamente para ornar a sua fachada. A casa guarda em suas paredes memórias de amor, de terremotos e até de crimes e histórias de fantasma.

Detalhes do interior da casa – foto AP Garrido

Em seu  belíssimo pátio, há uma linda fonte de pedra, um interessante painel na escadaria que  leva ao segundo andar, onde há  luxuosos salões de onde é  possível  apreciar a beleza do pátio aberto. Hoje, o espaço abriga a tradicional Sanborns, cadeia latina de restaurantes e lojas e o local é um convite irrecusável para tomar um café ou chá no charmoso pátio enquanto admira a beleza do casarão.

Restaurante Giratório

O cidade do México em 360 graus – foto AP Garrido

Perto do Centro de Convenções, no 45º andar do gigantesco prédio do WTC, está o restaurante giratório Bellini, que oferece uma vista giratória de 360º. Um ótimo lugar para fazer um happy hour no entardecer e ver a cidade se iluminar.

Comer um chile en nogada

As cores da bandeira mexicana – foto AP Garrido

A culinária mexicana, merece um capítulo à parte. Com pratos já conhecidos em todo o mundo, a gastronomia é marcante e há excelentes restaurantes em todos os bairros. Mas se estiver visitando o país entre julho e setembro, vale conhecer o Chile em nogada.

Chile em nogada – foto AP Garrido

 Esse é um prato típico do estado de Puebla, que faz muito sucesso entre os mexicanos e dá vontade de comer com os olhos, de tão lindo que é a sua apresentação. Ele é uma espécie de pimentão recheado com carnes e especiarias, coberto com um creme à base de nozes e adornado com as cores da bandeira mexicana.

As pirâmides de Teotihuacán

As misteriosas pirâmides – foto AP Garrido

Distante apenas 50 km da cidade do México estão os vestígios milenares da civilização Teotihuacán. O mistério e a beleza das construções, a Pirâmide do Sol, a Pirâmide da Lua e a Calçada dos Mortos, devem ser um programa obrigatório para quem visita a cidade do México.

A pirâmide do sol – foto AP Garrido

Para finalizar, uma parada num interessante restaurante dentro da caverna, fará dessa programação, um dia inesquecível!

Restaurante da caverna – foto AP Garrido

Um destino surpreendente e vibrante, rico em história e  cultura, um povo alegre e simpático, uma cidade linda e arborizada, uma culinária autêntica, música e ritmos que invadem o coração, fazem do país um surpreendente destino para colocar na sua lista de viagens!

A jornalista viajou com apoio  do Conselho de Promoção Turística do México (CPTM) e Destination Management Services de Mexico  (DMS de México),  Consulado Mexicano em São Paulo, com chip de celular Mysimtravel e seguro de viagem GTA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *